top of page

3 ferramentas de diagnóstico que você precisa aplicar para encontrar a causa raiz dos problemas

Quando se trata de resolver problemas, seja em uma empresa ou em suas atividades, é essencial encontrar a causa raiz para evitar que eles voltem a ocorrer. Para isso, existem diversas ferramentas de diagnóstico que podem ser utilizadas, como o Diagrama de Ishikawa, a Técnica dos Cinco Porquês e o Método FMEA.





Neste artigo, vamos explicar cada uma dessas ferramentas e como elas podem ajudar a encontrar a causa raiz dos problemas.


1. Diagrama de Ishikawa


O Diagrama de Ishikawa, também conhecido como Diagrama de Espinha de Peixe, é uma ferramenta gráfica que ajuda a identificar as causas de um problema. Ele consiste em uma estrutura em forma de espinha de peixe, com o problema no topo e as principais categorias de causas nas ramificações. As causas individuais são então inseridas nas subcategorias. Isso permite uma visualização clara das diferentes causas e ajuda a identificar as principais áreas que precisam ser investigadas.


Aprende a sobreviver à entregas urgentes, escolher a ferramenta certa, mapear processos e tomar a decisão certa sobre a sua carreira clicando aqui.

2. Técnica dos Cinco Porquês


A Técnica dos Cinco Porquês é uma metodologia simples, mas poderosa, que ajuda a identificar as causas raízes de um problema. Ela consiste em perguntar "por quê?" cinco vezes, começando com o problema e trabalhando para trás para encontrar a causa raiz. Por exemplo, se o problema for "o equipamento parou de funcionar", a primeira pergunta seria "por quê?": ele parou de funcionar. A segunda pergunta seria "por quê?": porque a correia queimou. A terceira pergunta seria "por quê?": porque havia excesso de tensão. E assim por diante. Essa técnica é útil para identificar problemas ocultos e garantir que a causa raiz seja corrigida.


Níveis de perguntas que você pode usar:


Pergunta 1: Por que isso acontece?

Pergunta 2: Mas por quê?

Pergunta 3: Então, por quê?

Pergunta 4: E isso por quê?

Pergunta 5: E por quê?


Na Pergunta 1 identificamos efeitos superficiais, mas quando chegamos no Pergunta 5 nos aproximamos da causa-raiz.


3. Método FMEA


O Método FMEA (Análise de Modos de Falhas, Efeitos e Criticidade) é uma ferramenta utilizada para identificar e avaliar os riscos de falhas em um processo ou sistema. Ele é composto por três etapas: identificação das falhas potenciais, avaliação dos efeitos dessas falhas e determinação da criticidade das falhas. Isso permite identificar as áreas de maior risco e priorizar as ações corretivas.


Em resumo, o Diagrama de Ishikawa, a Técnica dos Cinco Porquês e o Método FMEA são três ferramentas valiosas para encontrar a causa raiz dos problemas. Elas permitem uma análise detalhada dos problemas e a identificação de áreas críticas para a tomada de decisão.


Ao aplicar essas ferramentas, é possível identificar as causas mais profundas dos problemas e tomar medidas para corrigi-los de maneira eficaz, além disso, é importante que as equipes de trabalho estejam engajadas e comprometidas com o processo de resolução de problemas, pois assim é possível alcançar resultados mais eficazes.


 

O que achou deste conteúdo? Deixe sua contribuição nos comentários.


Continue acompanhando a PMWay Gestão de Projetos nas redes sociais YouTube, Instagram, Linkedin, e Tiktok.


Aprende a sobreviver à entregas urgentes, escolher a ferramenta certa, mapear processos e tomar a decisão certa sobre a sua carreira clicando aqui.

Comments


©Copyright
bottom of page